Blog

Vida Vitoriosa

Bom exemplo para os filhos

30/09/2019 } Bom exemplo para os filhos }

Uma questão onde nós estamos errando como pais é que não estamos servindo de exemplo positivo para os nossos filhos. Os cristãos cometem um erro em relação à vida e outro em relação às questões espirituais. No que diz respeito à vida, os não cristãos, de um modo geral, pensam que ensinar e educar é algo para ser aprendido na escola. Os cristãos têm uma semelhança aí. Muitos – apesar de não serem todos – pensam que educar e ensinar as coisas de Deus são tarefas para serem desenvolvidas na igreja.

Um texto célebre do Antigo Testamento é Provérbios 22.6: Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele.
É bom notarmos que a Bíblia não afirma que os pais devem apenas ensinar o caminho aos filhos; eles devem ensiná-los no caminho, ou seja, devem acompanhar os filhos em todos os momentos, levá-los à igreja, ler a Bíblia com eles, ensinar o que é certo por intermédio de seu exemplo. Os pais devem ser amigos, confidentes e merecedores do respeito e da confiança dos filhos.

Os pais deixam de ser exemplo quando eles não ensinam os seus filhos nos caminhos de Deus, ou então, indicam o caminho, mas deixam os filhos seguirem sozinhos. Há pais que levam os seus filhos, no domingo pela manhã, até a porta da igreja, os deixam ali e depois somente retornam para buscá-los ao final da programação da manhã.

Agora vamos para o Novo Testamento, na Epístola de Paulo aos Efésios 6.4: E vós, pais, não provoqueis a ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor. Educar e ensinar a fé é com os pais, em primeira instância. E como se ensina a fé? A fé é prática, modelo de imitação. Se o filho nunca notou os pais orando, nunca viu os pais lendo a Bíblia, se o filho vê que os pais são somente “domingueiros” na igreja, se o filho percebe que os pais têm vergonha de falar de Jesus para os que ainda não conhecem a salvação, como podemos achar que os filhos serão? Qual o modelo que temos sido para os nossos filhos? 

O mandamento principal que Deus nos deixou é: “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder (Deuteronômio 6.5). Se retrocedermos alguns versículos nesse mesmo capítulo de Deuteronômio e formos até o verso de número 2, leremos o seguinte: Para que temas ao SENHOR, teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos, que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados. Esse texto está mostrando que os pais devem amar a Deus acima de tudo, e, consequentemente, os filhos seguirão o exemplo e temerão a Deus.

A família é o último reduto de autoridade na sociedade. Se a figura do pai e da mãe forem destruídas, acabou, se perdeu tudo! Como profeta de Deus, declaro, em nome de Jesus, que vocês ganharão a sua geração, e seus filhos serão homens e mulheres de Deus! Geração poderosa, geração que vai fazer a diferença. Eu libero uma palavra profética de vitória sobre a sua casa! A igreja cumpre o papel de educar e de ensinar também, mas a primeira instância é a sua casa.