Blog

Vida Vitoriosa

Por que o mal nos atinge?

09/07/2019 } Por que o mal nos atinge? }

Por que o mal nos atinge? Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem a si mesmas, perplexas diante das lutas e adversidades. Elas costumam pensar coisas do tipo: “Mas sou uma pessoa boa e honesta. Faço tudo direito. Nunca fiz mal a ninguém. Então, por que isso aconteceu comigo?”.

Existem quatro razões pelas quais o mal costuma atingir-nos em alguma área da nossa vida. A primeira das quatro razões é o fato de a nossa natureza humana ter sido fragilizada pelo pecado, tornando-nos suscetíveis ao mal.

Este é o mal que há entre tudo quanto se faz debaixo do sol: que a todos sucede o mesmo; que também o coração dos filhos dos homens está cheio de maldade; que há desvarios no seu coração, na sua vida, e que depois se vão aos mortos (Eclesiastes 9.3). Isso explica por que o mal nos atinge: pecamos contra Deus, desobedecendo à Sua Palavra. A fragilidade da natureza humana e suscetibilidade dela ao mal é resultado da introdução do pecado no mundo. Todo nosso sofrimento está atrelado à nossa condição decaída.

A segunda razão é a permissão de Deus. Ele, em determinados momentos, valendo-se de Sua soberania, pode permitir que o mal nos atinja a fim de que aprendamos algo sobre o poder dele, que é capaz de guardar-nos em meio às lutas, ou ainda para ajudar-nos a cultivar virtudes como a fé, a coragem, o amor e a generosidade. Afinal, o Senhor poderia simplesmente decretar o bem e as bênçãos sobre nós, pulando todo o processo de amadurecimento pela dor. Mas não é assim que Ele age.

A terceira razão é a ação impiedosa de Satanás, termo que significa opositor, adversário, indicando sua principal atividade: opor-se a tudo que Deus é e ama, inclusive o ser humano. O diabo é um inimigo que vive intentando o mal contra a humanidade, mas ele só pode fazer algo contra o ser humano se Deus permitir, como o exemplo de Jó, que jamais deixou de amar o Senhor, mesmo tendo sido cruelmente ferido por Satanás, que o levou a perder seus filhos, seus bens e sua saúde.

A quarta razão de o mal nos atingir é o nosso estilo de vida. É danoso ao homem viver de acordo com padrões mundanos e pecaminosos, que o levem a quebrar os princípios estabelecidos por Deus para uma vida saudável e plena e a destruir sua alma e seu corpo, que é templo do Espírito Santo, com vícios e pecados que o afastam de seu Criador e o colocam à mercê da ação de Satanás.

Jesus venceu Satanás, abrindo um caminho para a nossa vitória pessoal sobre o inimigo. O Senhor tem o controle de tudo em Suas mãos, inclusive do mal. Nada é mais forte do que Deus. Se nos mantivermos sob Sua proteção, ainda que experimentemos dores, lutas e perdas, sairemos vitoriosos, porque o mal sucede a todos, mas no final tudo concorrerá para o bem dos que amam a Deus.